sexta-feira, 4 de maio de 2012

COCOON

Quero muito

Muito mais do que sou...

Tomar emprestado outros eus...

Roubar historias alheias...As tuas, quem sabe?

Encontrar-me num outro...E através de outros olhos

Enganar-me com uma felicidade diferente...

Certamente graúda

(apenas por não ser a minha).



Recompor-me

Tornar real o que sempre me foi medo.

Habitar meus vazios

Tudo novo...

Brincar de Deus...

Reinventar-me.



(Não mais fingir não sentir a dor que sinto e essa saudade a eclodir por dentro...)



Completar o que me falta

E expor o que sobra.

Em minha (des)ordem...



Dar liberdade para aqueles abraços vazios

E um alvará para os beijos que nunca enviei...



Eu

Que de mim,

Sempre fui um estranho

Obrigando lagartas a tornarem-se borboletas...



...Ivan Vagner Marcon...



Nenhum comentário:

Postar um comentário